sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Surpresa: correr na verdade pode proteger o joelho Ao contrário do que se pensa, as corridas parecem, a longo prazo, prevenir doenças degenerativas nas articulações, como a artrose

Corrida
Parece lógico: cada passada em ritmo acelerado gera um impacto nos joelhos que o fariam reclamar no futuro. Mas segundo um novo estudo da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, essa lógica está com cara de mito.
Os cientistas analisaram marcadores de inflamação no fluído das articulações dos joelhos de voluntários entre 18 e 35 anos — isso antes, durante e depois de uma corrida. Em resumo, os resultados mostram que a concentração desses indicadores diminuiu nos indivíduos após 30 minutos do exercício.
Leia também: Pule a dor no joelho
Segundo os pesquisadores, em pessoas jovens e saudáveis, correr cria um ambiente anti-inflamatório benéfico para a saúde articular em longo prazo. Com base nisso, eles acreditam que a corrida ajudaria a retardar o aparecimento de doenças nas articulações, como a artrose, condição que atinge quase 2 milhões de brasileiros todos os anos.
Cabe reforçar, no entanto, que os cientistas não avaliaram o exagero contínuo em sessões de corrida. Mas outros estudos sugerem que, quando a pessoa vai além de seus limites com frequência, suas articulações começam a sofrer de fato.


              Blog de Deusa / Saúde



Postar um comentário