sexta-feira, 12 de maio de 2017

5 benefícios saudáveis do mel que você não conhecia Graças às suas propriedades antissépticas e antibacterianas, o mel pode ser um ingrediente muito adequado para tratar diferentes infecções, tanto a nível interno quanto externo.

                  5 benefícios saudáveis do mel que você não conhecia

O mel é considerado um alimento bastante nutritivo e saudável.
É consumido em grandes quantidades em todo o mundo, não somente por seu valor medicinal, mas também por seu sabor, o qual o converte em um ingrediente único e especial.
Antes de consumir o mel você deve se certificar do seu tipo e sua procedência.
Em termos normais, existem duas origens. A primeira delas é considerada natural e a segunda é industrial; ainda que sejam bastante similares, suas propriedades podem ser muito diferentes.
  • O mel de origem natural é fabricado por abelhas. Este tipo é o mais saudável que existe e, por isso, é o mais recomendado tanto para o consumo como para outros fins.
  • Por outro lado, o mel de origem industrial é elaborado pelo homem. Este tipo surgiu diante da necessidade de suprir o que é fabricado pelas abelhas, tornando-se mais fácil de obtê-lo, mas menos saudável.
Em comparação, ambas as categorias se distinguem por sua textura, sendo o natural muito mais espesso e viscoso, além de conter um número maior de antioxidantes e vitaminas.
Com base no primeiro tipo busca-se esclarecer as diferenças entre ambos os tipos de mel. Recomenda-se estritamente o consumo da versão natural, já que é possível desenvolver diferentes problemas médicos ao ingerir o industrializado.
A seguir listamos alguns usos que você certamente desconhecia do mel de abelhas.

1. Combater a acne com o mel

mel-para-combater-a-acne

Ainda que o mel, em seu papel principal, seja um ingrediente alimentício, também podemos empregá-lo com outros fins. O ideal é obter os benefícios que ele oferece da maneira mais prática possível.
Existe a possibilidade de aplicá-lo de forma tópicano caso de você sofrer de alguma doença cutânea como a acne, o mel pode ser uma grande alternativa.
Para aproveitar seus efeitos positivos recomenda-se aplicar uma quantidade adequada na área afetada.
Ainda que para combater a acne existam mais alternativas, tanto naturais quanto industriais, o mel é una das mais simples, econômicas e úteis, além de ser completamente saudável.

2. Melhorar a função do cérebro

cerebro

Uma das principais funções do mel é a contribuição na absorção e fixação do cálcio no corpo.
Ele desempenha um papel fundamental frente à função cerebral, sendo esta dependente da presença deste elemento químico (cálcio) no organismo.
Quando se consome mel regularmente, os neurônios atuam de forma apropriada frente à utilização deste elemento, de forma a melhorar a função cerebral.
Por outro lado, outro beneficio de seu consumo com respeito ao principal órgão do sistema nervoso central é o de melhorar a memória a curto e longo prazo.

3. Curar os sintomas da tosse

Dentro das propriedades do mel destacam-se as características antibióticas e antissépticas. Estas geralmente são muito efetivas para aliviar as bactérias causadoras dos sintomas associados à tosse.
Seu consumo também contribui para o tratamento de dores de garganta e do mal-estar geral causado pela gripe.
A maneira de consumir este alimento para obter benefícios com este fim pode variar. Contudo, uma colher pode combater todos esses males e favorecer a expectoração.

4. Fortalecer o sistema imunológico

sistema-imunologico

Como mencionamos anteriormente, este delicioso alimento tem propriedades antissépticas e antibióticas e, além do mais, também conta com fitonutrientes e é antibacteriano.
Estes componentes fazem do mel uma grande alternativa para fortalecer o sistema imunológico.
Ele não somente se encarrega de eliminar micro-organismos de diversas áreas, mas também evita sua aglomeração nas fossas nasais e poros, que são as principais entradas das bactérias.

5. Aliviar feridas com mel?

aliviar-feridas

De novo cabe mencionar a propriedade antibacteriana, dado que é uma das mais benéficas para o organismo em geral.
Neste caso, não se deve consumir o mel, e sim aplicá-lo de forma tópica, da mesma forma que indicamos no começo desse artigo no tratamento da acne.
Em termos gerais, o mel é apropriado para qualquer tipo de afecção cutânea, incluindo as feridas.
  • Para aplicar o mel recomenda-se, em primeiro lugar, lavar muito bem as mãos.
  • Se for possível, use luvas e esterilize o material com o qual o ingrediente será colocado na ferida.
  • Cubra totalmente a área afetada.
  • Uma vez coberta, faça um curativo para proteger a região.



        Blog de Deusa / melhor com saúde



Postar um comentário