sexta-feira, 12 de maio de 2017

Como podemos depurar nossas emoções? Nem todas as emoções negativas são prejudiciais, mas devemos controlá-las. Os altos e baixos e o descontrole de nossas reações, mesmo que sejam positivas, podem ser péssimos para nosso bem-estar emocional...

Como podemos depurar nossas emoções?

Talvez você mesmo já tenha feito, de tempos em tempos, exercícios e ingerido alimentos que lhe ajudaram a eliminar aquelas toxinas acumuladas no organismo com o passar dos anos.
Sabemos que é necessário realizar este processo já que, do contrário, nosso corpo pode adoecer ou deixar de funcionar.
Nem todos sabem que a toxicidade não é somente física, como também mental. Todos os dias acumulamos tensão, estresse, ansiedade, ira, chateações, preocupações.
Ou seja, alimentamos nossa mente com produtos saudáveis e produtos não-saudáveis, o que gera padrões relacionais e de pensamento prejudiciais para nosso correto desenvolvimento.
Por isso é importante recorrer à limpeza emocional. Não podemos fechar os olhos e ignorar nada do que acontece em nosso interior.

5 emoções tóxicas que frequentemente acumulamos

Nem todas as emoções negativas são insanas. Por exemplo, a tristeza e a irritação cumprem sua função.
No entanto, o descontrole de qualquer uma de nossas reações, inclusive a alegria, pode ser ruim para nosso bem-estar emocional.
Rostos que representam emoções

Por esta razão, o mais importante é controlar as emoções para que não se tornem patológicas e nos causem danos.
Uma irritação deve permanecer assim e não evoluir para a ira, enquanto que a tristeza deve ser controlada para que não vire uma depressão.
Da mesma forma, não podemos deixar que o ressentimento, a culpa ou a insatisfação se tornem estados emocionais permanentes, pois seu efeito acumulativo é altamente tóxico para nossa saúde. Veja a seguir:
  • A ira: pode nos proteger, mas a verdade é que esta é uma emoção extrema que deveríamos superar. Além disso, ter esse sentimento de forma habitual aumenta em 75% o risco de sofrer um acidente cardiovascular, pois mantém o corpo exaltado e descontrolado sem necessidade.
  • O ressentimento: ser incapaz de virar a página e perdoar nos deixa presos ao passado, definindo nossa vida presente e futura e condicionando-a a uma dor emocional constante.
  • A insatisfação: estarmos insatisfeitos pode nos ajudar a melhorar. No entanto, quando este estado emocional é constante, perdemos os sonhos e nos bloqueamos, o que nos faz ficar estancados e sempre com mal-estar.
  • A culpa: se sentir culpado enche nossa mente de reprovações, queixas, lamentações e preocupações constantes. Como consequência, sentimos que valemos pouco ou nada e reduzimos a possibilidade de se auto realizar.
  • O medo: pode ser útil de vez em quando, quando temos que estar alertas ante a possibilidade de um perigo. No entanto, pode obstruir nosso avanço e se converter em uma limitação quando perde seu sentido, colapsando nossos sentidos e nossa capacidade de reação.
Menina com emoção de tristeza

Como conduzir uma depuração emocional

Em primeiro lugar, tenha em mente que é preciso tempo para se desintoxicar e que teremos um período de ressaca.
A ressaca emocional é formada por culpa, ira contínua, por dificuldades para dormir, tristeza incontrolável, etc.
Não se preocupe, porque ao identificar seus comportamentos e suas emoções você já iniciou seu processo de recuperação.
Sabendo disso, você já pode deixar de “beber das emoções negativas” e começar o processo de limpeza emocional que tanto lhe faz falta. Os sintomas desaparecerão e seus sentidos voltarão a ser fiéis à realidade.

1. Converta-se em um observador consciente de suas emoções

Temos que entender que quando estamos sob a influência de nossas emoções e inseguranças nos deterioramos enormemente.
Não estamos interpretando as coisas com precisão e somos muito propensos a dizer ou a fazer coisas das quais podemos lamentar no futuro.
Ante estes problemas, o importante é estar consciente de que estamos embriagados de emoções e que devemos dar um tempo para depurá-las e aceitá-las.
Você se sente insatisfeito, irritado ou culpado com frequência? Você reage de maneira desproporcional quando as coisas não acontecem do jeito que esperava?
Pode começar a escrever um diário emocional e escrever nele as emoções que tenha experimentado. Certamente você se surpreenderá.
Se você aprender a identificar estas cinco emoções com rapidez, dará conta do estado de embriaguez. Permitirá uma retirada a tempo que será extraordinariamente vantajosa para o seu balanço vital.
Mulher com emoção de felicidade

2. Permita-se experimentar as emoções

Nos custa aceitar e experimentar nossas emoções porque durante toda a vida procuramos escondê-las e negá-las.
Temos que aprender a não temê-las e a ser sinceros com nós mesmos, é a única maneira de conseguir administrá-las.

3. Siga a dieta emocional

Deixe de interiorizar aquelas emoções que causam danos. Esqueça-se das queixas e do vitimismo, da ira, do ressentimento, da culpa, do medo ou das emoções que o incomodam.
Caminhar pela vida pode ser difícil para uma pessoa intoxicada por suas emoções. É ainda mais complicado pensar em avançar, não boicotar o progresso realizado ou a realização das metas.
A única forma de superar esta vontade de suicídio pessoal é nos tornar conscientes de que há algo em nosso interior que alimenta o medo de alcançar os objetivos.
Temer nossos objetivos está ligado, em grande parte, com nossa incapacidade de tolerar à incerteza. Estamos doentes porque não confiamos em nossa capacidade de enfrentar o que vier.
Por esta razão, é aconselhável que de tempo em tempo realizemos este processo de limpeza emocional. Não deixe que o mal-estar que a intoxicação gera lhe afete.
Vivemos doentes, precisamos ter tudo amarrado, reatado e mil vezes comprovado, o que gera uma acumulação de toxinas que desequilibra nosso interior e nos impede de estar em paz com nós mesmos.
Se você estiver intoxicado, lembre-se de que somente existe uma pessoa neste mundo que lhe impedirá de alcançar o sucesso… você. Afaste seus demônios.




           Blog de Deusa / melhor com saúde



Postar um comentário