terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Manipulação genital emagrece mesmo? Conheça alguns mitos sobre essa prática

453462803


Gostaria de saber se a masturbação pode espontaneamente deixar a pessoa magra?” (Renan)
Renan, a manipulação do órgão genital é envolvida em vários tabus. Muitas dúvidas pairam sobre essa prática, principalmente entre os mais jovens. No entanto, apesar de falarem que ela causa efeitos colaterais (como espinhas no rosto, perda de massa corporal, impotência, dentre outros), nada disso é verdade. Tratam-se de mitos, provenientes principalmente de preceitos religiosos ou de outras influências sociais. Assim, manipular os órgãos genitais, na verdade, é extremamente saudável e altamente recomendada em qualquer fase da vida. É ótimo conhecer o próprio corpo, e isso inclusive colabora na “hora H”, tanto em termos de segurança, quanto em termos de conhecer o próprio prazer e as suas zonas erógenas.
Mas, quanto a sua pergunta em específico Renan, apesar dos movimentos envolvidos na manipulação do órgão genital, não há perdas significativas de calorias com a prática. Há algumas pesquisas que apontam que o sexo pode colaborar, mesmo em pequena quantidade, para perder algumas calorias (mas que não seriam suficientes para substituir exercícios físicos mais elaborados). Porém, no caso da manipulação genital, essa perda é ainda menor, não sendo expressiva para ocasionar o emagrecimento. E se você é um jovem magro, não precisa atribuir a sua dificuldade em engordar a essa prática. Lembre-se, há uma série de hormônios, que estão trabalhando a mil em um adolescente, e fazem com que seu metabolismo esteja acelerado.
Quantas vezes por dia uma pessoa pode “aliviar a tensão”? Não há um número específico. Cada um tem de conhecer a sua necessidade. Porém, especialistas apontam que quando isso se torna uma compulsão, a ponto de atrapalhar a realizar outras atividades, é preciso procurar ajuda psicológica. É importante ressaltar que não são as carícias solitárias que levam a compulsão, pois uma pessoa com este problema pode ter vícios e manias sobre qualquer outra situação ou coisa. A manipulação genital nada interfere na saúde mental. O cansaço atribuído a manipulação dos genitais também é meramente psicológico, e é um mito que essa prática atrapalhe em outras atividades físicas (como a velha história de que jogadores de futebol não podem realizar práticas sexuais para não prejudicar seu desempenho em campo).
Orgasmo-1000x600
Para quem gosta muito de se tocar intimamente, também não precisa se preocupar: não há como outras pessoas saberem se você fez isso recentemente. Não há nenhum sinal ou marca que possa demonstrar isso! Espinhas, como dito, não são sinal algum, além de hormônios e juventude. Quanto aos níveis de testosterona, ao contrário do que se pensa, ele não diminui com a prática. Há um aumento do hormônio.
Sobre a ereção, outro mito sobre o tema, também não é atrapalhada. Pelo contrário, se conhecer ajuda a ter uma boa ereção e prazer na cama. A única coisa que os homens precisam ter paciência quanto a interferência de uma ejaculação, é o tempo necessário para que se possa ter uma nova ereção. O período refratário, ou seja, o tempo de espera até estar preparado para outra ereção (não identificado em mulheres), é normal e logo passa. De resto, masturbar não interfere em nada. Por isso, meninos e meninas, aproveitem!



              Blog de Deusa / Diário da biologia




Postar um comentário