quinta-feira, 28 de julho de 2016

Receita: Churrasco de fogão (Fraldinha na frigideira) Por Larissa Januário em: em: 19 de setembro de 2013 Tags:bassi, carne, churrasco, Fraldinha

Se você como eu mora num apartamento sem varanda (cof) ou espaço (cof de novo) coletivo, mas ama churrasco vai gostar dessa receita.  A ideia é fazer uma carninha que lembre o preparo na brasa, mas no fogão. Para isso, usaremos uma boa fraldinha, meu corte bovino favorito. É magro e ainda assim suculento  e saboroso, além de muito versátil pois se presta à panela, à brasa e ao forno. Lá em baixo, conto um pouco da história da Fraldinha na Pitada de Reportagem.

Pitada de Reportagem:  Fraldinha, uma criação do mestre Marcos Bassi
Para a receita precisaremos de uma peça inteira de fraldinha de boa qualidade e procedência conhecida e certificada. Essa é melhor forma de consumir carne sem desrespeitar o animal. Bons produtores, tratam bem o bicho. Anote essa dica, amigo carnívoro.   
Peça ao seu açougueiro para deixar a peça bem limpa, sem nervos ou excesso de gordura. Se limpar em casa, reserve as aparas para fazer carne moída para hambúrgueres e kaftas. Aliás, para hambúrgueres eu só uso fraldinha. 

Receita: Churrasco de fogão (Fraldinha na frigideira)
Ingredientes (para 3  pessoas)
1 peça de fraldinha limpa de boa procedência
Sal grosso a gosto (ou flor de sal se você for bapho como eu, há)
2 espetos de madeira ou de metal
1 fio de azeite
Preparo
Retire com antecedência a carne da geladeira. A ideia é que ela não esteja geladíssima como sua cerveja na hora de ir pra panela. Ligue o forno bem quente. Enquanto isso prepare a carne. Acomode a peça bem apertada no espero. Isso vai ajudar a conservar textura e sucos.
Leve uma frigideira ao fogo bem alto e deixe ficar bem quente. Se você tem  um fogão potente pode colocar pouquíssimo azeite. Mas se seu fogão é mediano, coloque um pouco mais. O óleo ajuda a segurar o calor da panela quando você colocar a carne fria e assim vai a grelhar a carne e não cozinhar (se a carne soltar água ficará com gosto de cozida, não de grelhada).
Quando dourar bem de um lado, vire e deixe fazer a crosta do outro (uns 7 minutos de cada lado bastam se o fogo for ótimo). Pronto, o objetivo foi atingido e a parte mais difícil foi superada. Você acaba de presenciar a reação de Maillard (a reação química entre um aminoácido ou proteína e um carboidrato reduzido, que dá sabor, odor e cor aos alimentos assados e grelhados). 
Mas a essa altura a fraldinha ainda está crua por isso leve-a ao forno que você ligou lá trás e deixe por no máximo 10 minutos para uma carne mal passada. Para uma peça ao ponto, deixe uns 13 minutos.
Retire a carne do forno e deixe descansar por alguns minutos. Esse passo é EXTREMAMENTE importante. Quando a carne é exposta ao fogo os líquidos vão para a superfície. É essencial esperar esse tempinho para  que eles retornem para o centro da peça e assim você tenha toda a suculência disponível e o boizinho não tenha sido abatido em vão.
Eu fatiei finamente a favor da fibra. Como as fatias são longas as pessoas no prato podem cortar contra a fibra para a bocada. Finalize com sal grosso ou flor de sal e sirva com acompanhamentos. Sugiro vegetais leves e saborosos. Confira algumas receitas a seguir:




               Blog de Deusa / Sem medida





Postar um comentário