terça-feira, 19 de maio de 2015

O PODER DO SILÊNCIO

Um discípulo sincero deverá reconhecer e aceitar a necessidade de permanecer, várias vezes no decorrer do dia, em SILÊNCIO, de modo que a energia, as instruções, irradiações e a força da Presença Divina "EU SOU" possam fluir aos seus corpos inferiores, assim como à consciência externa.
No Oriente, a concentração e meditação constituem a fonte principal de cada atividade. No Ocidente, ao contrário, onde a força e a atenção do discípulo são completamente tomadas pelas circunstancias e exigências de cada momento, o tempo para esta comunhão espiritual é bastante negligenciado. Aí, o sentimento do indivíduo desvirtua-se através de uma auto-justificação, porquanto ele próprio declara ser cansativo o seu trabalho e, simplesmente, não dispor de tempo suficiente para FICAR EM SILENCIO E PARA SABER QUE  "EU SOU DEUS"!
O indivíduo crê que as exigências dos quatro corpos inferiores, seus desejos e sugestões são impulsionados pelo próprio ser interno e isto dificulta o seu contato com sua Presença "EU SOU". O discípulo sincero deverá, por este motivo, limpar os seus corpos inferiores e submeter-se a uma rigorosa disciplina. Quero dizer: deverá fazer uma auto-analise e colocar-se em seu verdadeiro lugar, como servo da Presença Divina "EU SOU". Isto poderá ser feito mais facilmente, trazendo ao SOSSEGO, a energia do corpo do pensamento  e o mar revolto do mundo dos sentidos, , assim como, através da PROIBIÇÃO dos erros do passado, presos ao corpo etérico e ainda através da EDUCAÇÃO do corpo físico. Naturalmente o plano ou intento requer muito tempo, paciência, persistência e força de vontade. Só quando isto é alcançado, poderá ser percebida, pelo discípulo dentro de si, a voz silenciosa ou suave da Presença "EU SOU". 
Os Mestres Ascensionados ensinam que a invocação à Presença Divina EU SOU e às Legiões de Luz é essencial para MAGNETIZAR a corrente de energia de SUAS POTÊNCIAS, através de nós. O individuo que faz, diariamente,os indispensáveis apelos, deverá PERMANECER NO SILENCIO, receber e aceitar as irradiações que foram invocadas. Porém, será mister despender algum tempo para, realmente, recebe-Ias. 
Quantas vezes acontece que, durante contínuos e ininterruptos apelos, afirmações, meditação, pedido e contemplação, o discípulo não deu o indispensável sossego aos corpos internos, para poder entrar em união com as vibrações mais elevadas! Aqui deverá haver um equilíbrio, entre a energia que foi enviada para o Alto e o recebimento da misericórdia suplicada.
Com amor,
Maha Chohan

CONTEMPLAI A GRANDE PRESENÇA “EU SOU”

Contemplai esta Grande Presença EU SOU, vosso Divino Ser, criado à imagem e semelhança do Pai, o vosso Eu real, ancorado em vosso coração físico. Procurai SENTIR o “EU SOU o EU SOU” e tentai aceitar que toda Perfeição Divina está esperando por vós, para que a useis através do Poder de Deus em vossos corações.
Os Mestres Ascensionados, incansavelmente, estão chamando a atenção dos povos sobre a Energia Divina do “Eu Sou” que jaz em cada coração humano. Aconselho a todos, com amor e iluminação meditarem sobre as palavras de Jesus: “Procurai primeiro o Reino de Deus e todas as coisas vos serão dadas por acréscimo”.
O homem procura, fora dele, por consolo, suprimento, conselho, cura, amor, quando possui dentro de si, latente, o Poder para realizar aquilo que ele necessitar.”
Maha Chohan 

PALAVRAS DO BEM-AMADO MESTRE JESUS
Meditation
“Durante a Minha missão no mundo, necessitava tanto de auxílio como necessitais ainda hoje em dia. Mas no homem reside a tendência do ímpeto intempestivo, de agir sem dar-se a um necessário recolhimento. Para novamente carregar-se na Fonte Cósmica,  deveis recordar-vos de que muitas vezes “subi à montanha” para orar.
Nenhum discípulo terá duradoura ajuda nos trabalhos espirituais, enquanto não compreender e observar a necessidade de arranjar tempo para suas meditações, isto é, afastar-se do mundo e, sem ser perturbado, ENTRAR NO GRANDE SILÊNCIO para atrair da Fonte Divina todo o Bem possível e a necessária força para sua espiritualidade.”
Com Amor,
Jesus
A ENTRADA NO SILÊNCIO
Em uma verdadeira ENTRADA NO SILÊNCIO, não deverá haver desvio ou chamamento da atenção externa. A consciência deverá permanecer positiva, ativada. Os corpos do sentimento e do pensamento, bem como o etérico e o físico, deverão ser disciplinados para guiarem sua energia à fonte, a Presença "EU SOU".
Nunca será permitido, durante este período, deixar-se levar por múltiplos pensamentos, sentimentos, recordações ou por algum cansaço físico, os quais, muitas vezes, se apresentam reduzindo a tensão corporal.
Geralmente, é mais prazeroso ao discípulo iniciante fazer os apelos, mantras, afirmações e visualizações, ocupando a energia dos seus corpos com este trabalho, uma vez que é, consideravelmente, mais difícil fazer os exercícios espirituais NO SILÊNCIO e conservar os corpos inferiores NO MAIS COMPLETO ESTADO DE QUIETUDE, para que as bênçãos possam ser RECEBIDAS.
Muitas vezes, o discípulo entrega-se a uma agradável sonolência ou brinca com os seus variados pensamentos e sentimentos sem nexo; desta maneira, não poderá participar da benção de uma Contemplação.
TODO O BEM, seja suprimento, saúde, fé, força, amor ou purificação VEM DE DEUS, a Fonte de toda Vida. Estas dádivas são distribuídas pelos Seres elevados, através dos Mensageiros Divinos. Mas o discípulo não poderá receber a abundância destes bens e virtudes, enquanto não houver aprendido sua lição e instruído seus corpos inferiores, para ser-lhe permitido, por meio dos apelos, a entrada da misericórdia divina nesses mesmos corpos. Falai a eles: "PAZ, sede silenciosos!" Exercitai esta comunhão espiritual com vosso Deus - "EU SOU", a Presença Divina, até que participeis de Sua Bênção!
Um dos mais surpreendentes fatores negativos da personalidade humana é a incapacidade que ela tem para pôr-se no estado de calma. Não aquela letargia de sono, porém um estado de alerta e expectante quietude de mente e sentimento, no qual a intuição da individualidade divina pode iluminar a consciência externa.  Esta quietude é o primeiro requisito para a união com o Cristo - a "Presença Mestra" - como também é chamado. Quanto mais perfeita for a atitude de receptividade que um discípulo possa desenvolver, maior será a quantidade de ação vibratória superior do Cristo Interno pronta a ancorar-se na consciência externa e expressar sua manifestação.

Maha Chohan

“Eu Sou o Eu Sou” –  Ponte Para a Liberdade



                    Blog de Deusa  / Maha chohan





Postar um comentário