segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Suco Verde x Rosa: Qual o Melhor?

O popular suco verde, à base de couve, folhas verdes escuras e alguns legumes e frutas, ganhou fama em 2015, através da nutricionista americana Kimberley Snyder, especialista em nutrição e beleza e autora do livro  Beauty Detox Foods. 

Por sua vez, o suco rosa, uma combinação de laranja com beterraba crua,  é a nova sensação na Europa e, no Brasil, é a nova mania de quem busca uma vida saudável e corre atrás de um corpo mais bonito.

Enquanto o suco verde apresenta grande quantidade de nutrientes com poder desintoxicante e ajuda a perder peso, o rosa, melhora a performance física em até 10%, além de ajudar na recuperação dos músculos e contribuir para a diminuição da fadiga.

Segundo especialistas, não existe diferença entre suco verde e suco detox, na verdade, a diferença está nas várias cores de suco detox: suco detox laranja, suco detox amarelo, suco detox vermelho, suco detox rosa, entre outros,  porém a finalidade geral de todas as receitas é a mesma: trazer  benefícios à saúde! Mas qual deles tomar? Qual é o melhor para a saúde?

1.  Benefícios do Suco Verde
O suco verde é uma bebida composta por um ou dois tipos de folha verde-escura (couve, agrião, brócolis, salsinha, espinafre, hortelã, entre outras), frutas e legumes dos mais variados tipos e fornece de uma só vez nutrientes importantíssimos para o nosso dia a dia como ferro, vitamina C, ácido fólico, magnésio, fibras, antioxidantes, entre outros, além de ser um grande aliado para quem quer emagrecer.

Ajuda ainda a eliminar toxinas do corpo, aumenta a nossa imunidade, deixa as pessoas mais bonitas, já que retarda o envelhecimento, ajuda na digestão do nosso organismo, diminui a retenção de líquidos, além de ajudar na disposição física e mental do nosso corpo, proporciona uma sensação de bem-estar. 

O suco verde é rico  em vitaminas, nutrientes e minerais: aminoácidos, oligoelementos, fitoquímicos e principalmente enzimas. Alguns deles possuem ação antioxidante que melhoram a qualidade sanguínea e ajustam o metabolismo.

O ideal é tomar suco verde em jejum, mas não existe uma regra para isso, já que você pode bebê-lo no decorrer do dia e, apesar do paladar, para alguns, não ser a coisa mais deliciosa do mundo, com o tempo você pode reverter essa opinião, bastando para isso criar sua receita ideal.

A seguir, confira os nutrientes e benefícios de alguns  ingredientes.

 Amaranto
Fonte de carboidrato, possui cerca de 15% de proteínas contendo todos os aminoácidos essenciais ao organismo. Também possui fibras, cálcio, fósforo e selênio — nutriente com excelente ação antioxidante.

O amaranto é uma ótima ferramenta para quem busca redução de gordura corporal, pois é rico em fibras solúveis, que aumenta a saciedade. Pode ser usado por celíacos, pois não contém glúten; auxilia na redução da pressão arterial; auxilia no controle da glicemia; ajuda a reduzir o colesterol; auxilia na manutenção de massa muscular; auxilia no funcionamento do intestino e por ser fonte de cálcio bio disponível — o mais absorvido pelo organismo.

 Cenoura
A cenoura é riquíssima em: betacaroteno (poderoso antioxidante e anticancerígeno); vitaminas A, B2, B3 e C;   minerais  como fósforo, potássio, cálcio  e sódio e, também,  fonte de fibra solúvel que ajuda a diminuir o colesterol e a promover o equilíbrio do corpo.  

Alguns dos benefícios deste legume são: Hidrata pele e cabelos; estimula o sistema imunológico; equilibra o funcionamento das glândulas; melhora a visão noturna; protege contra o envelhecimento e previne infecções urinárias.

 Couve
É anti-inflamatória, cicatrizante e ajuda a fixar o cálcio nos ossos. Combate depressão, úlceras e até elimina as substâncias cancerígenas.

Auxilia no bom funcionamento do intestino, desintoxica e ajuda a eliminar a gordura  e, além disso, a couve é anti-inflamatória, cicatrizante e também é ótima no combate à celulite.

 Chia
Nesta semente são encontrados ácidos graxos poli-insaturados essenciais, fibras, proteínas e outros nutrientes. É capaz de favorecer o emagrecimento,  regular as taxas de colesterol sanguíneo e até fortalecer o sistema imunológico.

 Erva-doce
Também conhecida como anis e funcho, tem ótimo efeito digestivo e  é muito utilizada no combate de doenças como dispepsia, dor de barriga,  indigestão, inchaço, acidez estomacal, asma, bronquite, espasmos, cólicas, ou artrite, alivia gases, combate a cólica intestinal, regula a pressão arterial e pode contribuir com o emagrecimento.

Importante: A erva-doce é contraindicada para grávidas e pacientes com úlcera duodenal, refluxo, colite ulcerosa ou diverticulite.

 Gengibre
Especiaria ardidinha é considerada um alimento termogênico e, como tal, um alimento capaz de aumentar o gasto energético ou seja, queimar mais calorias enquanto é digerido.

Uma pequena fatia é suficiente para acelerar o metabolismo, o que aumenta a queima de calorias e contribui para eliminar a gordura em excesso. 

 Goji berry
É uma fruta rica em aminoácidos, vitaminas, minerais, ácidos graxos insaturados, antioxidantes e polissacarídeos. É um pouco calórica: uma colher de sopa tem 50 calorias.

Nela encontramos 18 aminoácidos, elevadas concentrações de vitamina A (beta-caroteno), B1, B2, B6 e vitamina E. É a fruta com maior quantidade de vitamina C (tem muito mais do que a laranja, por exemplo), ricas em ferro, polissacarídeos e fitoquímicos, sendo os destaques a luteína e a zeaxantina que previnem a cegueira.

É um poderoso antioxidante, que rejuvenesce e combate os efeitos nocivos do sol na pele.

 Laranja
Além da famosa vitamina C, a laranja também oferece ácido fólico, cálcio, potássio, magnésio, fósforo e ferro. Contém fibras, pectina e flavonóides, que aumentam seu valor nutritivo.

A laranja além de ser antioxidante, também proporciona outros benefícios: ajuda a controlar a pressão sanguínea; combate o colesterol; melhora os problemas digestivos; estimula as funções intestinais; ajuda a prevenir gripes e infecções e estimula o sistema circulatório, combatendo inflamações das veias.

 Linhaça
A semente de linhaça possui vitaminas e minerais como: A, E, B1, B6, B12, potássio, sódio, magnésio, fósforo, ferro, cobre, zinco, manganês e selênio.

É também uma importante fonte de ômegas 3, 6 e 9. O ômega-3 é anti-inflamatório, ajuda o corpo a estocar menos gordura e reduz o apetite e, em combinação com a vitamina E e o ômega 6 previnem o envelhecimento da pele e são ótimos para o coração, porque ajudam a baixar a taxa de LDL, o mau colesterol responsável pelo entupimento das artérias.

Entre outros, a linhaça diminui os sintomas da menopausa, como: suores, dores de cabeça e insônia; auxilia na redução do peso; proporciona equilíbrio nos hormônios; ajuda a controlar o diabetes; regula o intestino; ajuda a reduzir os níveis de colesterol; melhora a pressão arterial; regula o intestino e tem efeito anti-inflamatório.

A diferença entre a linhaça dourada  e a marrom, é que a primeira é rica em ômega 3, ômega 6 e ômega 9, enquanto a linhaça marrom possui apenas ômega 3. Outra diferença é que a linhaça dourada não possui agrotóxico, mas, do ponto de vista nutricional ambas são iguais.

 Maçã
As substâncias antioxidantes flavonoides e polifenois presentes em sua casca e polpa são capazes de preservar as células dos danos provocados pela ação dos radicais livres e com isso retardam o envelhecimento e protegem o organismo de uma série de doenças, inclusive o câncer.

A pectina é a principal fibra presente na maçã, é uma fibra solúvel (geralmente usada para engrossar gelatinas) que ajuda na redução de doenças cardiovasculares e prevenção de prisão de ventre. Além disso, essa fibra influencia favoravelmente as taxas de colesterol no sangue e funciona como um agente natural contra substâncias tóxicas, incluindo a contaminação por metais tóxicos.

 Manga
A manga possui vitamina C e carotenoides (precursor vitamina A), que funcionam como antioxidantes. Seu consumo previne câncer de cólon e de próstata, além de leucemia; rico em cobre, o fruto atua na produção das células vermelhas do sangue; rica em vitamina A, nutriente essencial para a saúde dos olhos; Rica em ácido glutâmico, auxilia na melhora a concentração e a memória; possui enzimas que influenciam no processo de digestão ; Rica em vitamina C, pectina e fibras, que são responsáveis pela diminuição do mau colesterol no sangue.

 Melancia
A melancia é rica em vitamina A e betacaroteno, vitaminas do complexo B, vitamina C, fibras, ferro, fósforo, potássio e magnésio. Contém um potente antioxidante, o licopeno, que previne e ajuda a combater vários tipos de cancêr — próstata, estômago, pâncreas, bexiga, mama.

Com mais de 90% de água, ajuda a hidratar e limpar o organismo, fazendo os rins trabalharem melhor e ajuda a prevenir e a combater a retenção de líquidos.

 Pimentão
O sabor levemente picante característico dos pimentões é devido a uma substância chamada capsaicina que ajuda a limpar o estômago e ainda é eficaz em combater os germes presentes no intestino.

Contém ainda vitamina C, A  e  minerais como o cálcio, fósforo e ferro. Além de fazer parte das dietas de emagrecimento, suas propriedades beneficiam pele, unhas e cabelos. Outra substância encontrada nos pimentões é a capsorubina, um pigmento antioxidante  e protetor das células.

 Quinoa ou Quinua
Além da proteína de alta qualidade, a quinoa é rica em vitaminas A, B6, B1, E e C, além dos minerais ferro, fósforo, cálcio e zinco, e em fibras. Não contém glúten e é considerada como uma alternativa alimentar, tanto que algumas indústrias já estão produzindo alimentos como pão, macarrão, farinhas, barra de cereais de quinoa.

A quinoa também pode ser consumida por diabéticos. Os grãos do alimento possuem ômega-3 e 6, que contribuem para a redução do colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares. É uma excelente fonte de fibras, que contribuem para o processo de emagrecimento.

Contribui para o ganho de massa muscular e seus grãos são ricos em aminoácidos essenciais ao organismo, que formam as proteínas, como valina, histidina, triptofano e isoleucina. Estes compostos não são produzidos pelo nosso organismo e só podem ser adquiridos através da alimentação,  por isso que a quinoa é considerada um alimento de alto valor biológico.

 Salsinha
A salsa (Portugal) ou salsinha (Brasil) é rica em vitamina A, vitamina B1, vitamina B2, vitamina C e vitamina D. Quanto aos sais minerais é rica em cálcio, enxofre, ferro, fósforo, magnésio e potássio.

Entre outros, auxilia a digestão; ajuda a aliviar o mau hálito; ajuda no tratamento da hipertensão; é diurética e ajuda a evitar a formação de pedras nos rins; ajuda a combater a formação de gases e a fermentação intestinal  e devido às propriedades antioxidantes, ajuda a retardar o envelhecimento das células.  


 Ingredientes: Quantidade adequada para preparação dos sucos.
 Use 1 ou 2 tipos de folhas verdes escuras como: couve, espinafre, rúcula, agrião, salsinha;

 Use 1 tipo de erva como: hortelã, salsinha, erva-doce e capim-limão;

 Use 1 ou 2 legumes como: pepino, aipo, abóbora, chuchu;

 Use 1 raiz como: beterraba, cenoura, gengibre, inhame, batata doce;

 Use 1 tipo de broto e semente germinada como: alfafa ou feijão (moyashi);

 Use 1 semente como: linhaça, chia, amaranto, quinoa, óleo de coco, farinhas de coco, banana verde e maracujá;

 Use 1 ou 2 tipos de frutas como: maçã, abacaxi, melão, amora, morango, cereja, ameixa.  

 Receitas Suco Verde
Os ingredientes do suco verde podem variar de acordo com o gosto de cada um e, principalmente, com o que um tem na geladeira, na fruteira e também de quanto se tem no bolso para gastar. A seguir, veja algumas opções.

 Opção 1
. 1 fatia ou polpa de abacaxi
. 200 ml de água de coco ou água mineral
. 1 folha de couve
. 1 colher de linhaça triturada
. 1 rodela de gengibre

 Opção 2
. 3 fatias de melancia sem caroço
. 1 colher de chá de linhaça triturada
. 1 colher de chá de gengibre ralado

  Opção 3
. ½ folha de couve manteiga 
. 1 copo pequeno de suco de laranja
. ½ unidade média de cenoura inteira
. ½ xícara de chá de broto de alfafa
. 1 talo de erva doce (fresca)
. ½ colher de sopa de suco de limão


 Opção 4 
. 1 folha de couve manteiga 
. Algumas folhinhas de hortelã
. 1 talo de salsão
. 1 moedinha de gengibre
. 1 pepino 
. 1 fruta de sua preferência
. 1 suco de limão 
. Água mineral ou natural

 Opção 5
. 1 maça picada
. 1 copo de água de coco
. 4 gelos de couve
. 2 limões espremidos
. 1 colher (sopa) de chia
. 1 colher (sopa) de linhaça
. 1 rodela de gengibre
. 8 folhas de hortelã

 Opção 6
. ½ manga picada 
. 40 gramas de couve manteiga 
. 250ml de água de coco 
. 3 folhas de hortelã 

 Como Preparar
Após selecionar os ingredientes,  lave-os bem e bata numa centrífuga ou liquidificador até obter uma mistura homogênea. Podem ser coados ou consumidos naturalmente com os gomos, peles e sementes.

2. Benefícios do suco rosa
O suco rosa ganhou esse nome por causa da beterraba, presente nas receitas. Rico em flavonóides e antocianinas  têm ação anti-inflamatória e diminuem a retenção de líquidos.

Fonte de ácido elágico encontrado em alimentos como romã, amora, mirtilo e goji berry , aumenta a proteção contra o câncer de pele e a renovação do colágeno.

Segundo um estudo publicado pelo professor Andy Jones, no Journal of Applied Physiology, o suco rosa pode melhorar em até 10% o desempenho físico, além de ajudar na sáude muscular e aumentar a energia antes do exercício físico. Melhora o sistema imunológico e estimula a formação de colágeno na pele, principalmente por ser rico em vitamina C.

A beterraba é o vegetal mais doce e possui uma grande fonte de açúcar, proteínas, vitaminas e uma boa quantidade de ferro. A dosagem de vitamina C presente na beterraba é potencializada por sua ação antioxidante, principalmente quando consumida crua.

Entre outros benefícios da beterraba destacam-se: a manutenção dos tecidos cerebrais, a regulação das funções musculares e nervosas, a prevenção da anemia e o estímulo na produção de glóbulos vermelhos no sangue.

Já a laranja, conhecida pela sua alta concentração de vitamina C, tem a capacidade de combater o colesterol, melhorar problemas digestivos e ainda estimular as funções intestinais.

Entretanto, o benefício mais importante da laranja, são suas propriedades antioxidantes. Existem mais de 170 diferentes tipos de fotoquímicos, incluindo mais de 60 flavonóides que apresentam propriedades antiinflamatórias, antitumor e inibem a formação de coágulos no sangue.

A mistura da beterraba com a laranja tem o poder de combater os radicais livres produzidos durante a prática do exercício físico, que além de acelerarem  o metabolismo, desintoxicam o  organismo eliminando as toxinas, ajudam a emagrecer e a diminuir a retenção de líquidos.

O suco rosa tem como base a beterraba crua que pode ser combinado com frutas de sua preferência e também pode ser adicionado  iogurte desnatado. Vejamos, então, algumas receitas:

 Opção 1 
. 1 beterraba pequena, crua e fatiada
. 1/2 pote de iogurte natural desnatado
. 100 ml de água gelada
. Sumo de uma laranja.

 Opção 2
. 1/4 da beterraba crua
. 1 colher de sopa de goji berry
. 1 colher de sopa de framboesa fresca ou congelada
. 150ml de água de coco
. 50ml de suco de laranja  
 Opção 3
. 2 colheres de beterraba crua ralada
. meia maçã 
. 1 lasca de gengibre
. 200ml de suco de cranberry
. 1 colher de goji berry hidratada  
 Opção 4
. Uma beterraba média,
. Uma cenoura média,
. Suco de uma Laranja,
. 100 ml de água.
. Bata tudo no liquidificador com gelo – beba imediatamente.

 Opção 5
. 1 colher de sopa de beterraba crua,
. 1 colher de sopa de semente de romã,
. 1 colher de sopa de mirtilo fresco ou congelado,
. 1 colher de sopa de folha de hortelã,
. 50 ml de suco de uva,
. 200 ml de água de coco.

Da mesma forma que o suco verde, é só bater e ingerir. Dê preferência por beber um copo pela manhã, em jejum — período em que a absorção dos nutrientes é maior ou, beba entre 1h30 e 2 horas antes de treinar


 Dicas:
 Para quem reclama da dificuldade de fazer o suco verde todos os dias, a dica é preparar a receita verde base  e congelar em forminhas de gelo ou em copinhos de café. De manhã, é só pegar duas pedrinhas, adicionar os demais nutrientes de sua preferência, bater tudo e tomar em jejum. 
 Use, sempre que possível,  água de coco ao invés de água comum, mas se quiser intensificar a ação diurética, use chá verde, branco ou de hibisco.

 Use um pedacinho de gengibre;

 Use uma fruta — maçã, laranja, melão, mamão, melancia ou outra de sua preferência.

♦ Se optar por espinafre, agrião ou rúcula, adicione algumas folhinhas de hortelã para suavizar o sabor intenso dessas folhas e também deixar o suco mais refrescante.

 Nunca use açúcar nem adoçante. Se deseja adoçar, aumente a quantidade de fruta ou legume, naturalmente doce,  como por exemplo,  maçã, pêssego ou melão, beterraba e a cenoura.

 Adicione 1 colher (sopa)  de linhaça, chia e/ou amaranto.

 Tome todos os dias pela manhã, pois dá energia e limpa o organismo.

 Se você não conseguir tomá-lo de manhã, após comer, espere pelo menos 2 horas para então tomá-lo.

 Depois de beber, espere pelo menos 20 minutos para comer.

 Não use sempre os mesmos ingredientes, diversifique!  Entretanto,  não misture muitos ingredientes de uma só vez, isto evitará  que o suco fique pesado e com gosto muito forte.

 Se possível, acrescente algumas sementes  de abóbora ou girassol e algumas nozes ou castanhas.

 Para quem só consegue tomar coado, primeiro prepare a parte dos legumes e verduras, coe e por fim, acrescente a fruta e bata no liquidificador. Ou coe tudo e no final adicione a semente, como a chia, por exemplo.

 Consuma o suco imediatamente, pois ele perde o sabor e os nutrientes com o decorrer do tempo.


A verdade é que, segundo especialistas, nenhum suco, seja verde ou rosa, assim como qualquer outro alimento ou medicamento, ocasionará “um milagre”, entretanto, quando inserido em um contexto de práticas regulares de atividade física e alimentação equilibrada, pode trazer benefícios importantes para recuperação muscular, diminuição da pressão arterial, ação antioxidante e etc. 
 
Vale lembrar, uma vez mais,  que emagrecimento é uma questão individual que depende muito do organismo e da alimentação de cada pessoa. Assim, a simples inclusão do suco na rotina alimentar das pessoas pode promover uma faxina no organismo, que pode eliminar mais facilmente as gordurinhas e, consequentemente, reduzir o peso, mas para isso é necessário adotar hábitos saudáveis, como uma dieta equilibrada e a prática de atividade física.

Assim, pode-se dizer que o suco detox, definitivamente,  chegou para ficar na mesa do café da manhã dos que buscam uma vida mais saudável e correm atrás de um corpo mais bonito.

Para quem já experimentou o suco Verde e/ou o Rosa, conhece bem seus benefícios ... Mas se você ainda está naquela de que suco industrializado é mais prático, fica aqui o convite: Que tal experimentar e adicioná-los ao seu cardápio diário?  Afinal, você não tem nada a perder, ao contrário, só tem a ganhar!


 Importante:
 Diabéticos devem consultar um médico antes de ingerir o suco rosa, pois alguns ingredientes, naturalmente, possuem alto índice de açúcar.
  
 As pessoas que usam anticoagulantes precisam ter cuidado com o consumo da bebida, pois o suco possui quantidades significativas de vitamina K, que pode influenciar o processo de coagulação no organismo.

 Este artigo é apenas informativo e não substitui a consulta a um profissional da área, antes do consumo.

Sucos Verde x Rosa: Qual o Melhor?
Fonte: Wikipedia.org; saude.terra.com.br; br.mulher.yahoo.com; tuasaude.com; mdemulher.abril.com; livro Novo Guia de Nutrição-Saúde é Vital da editora Abril.
Blog Saltitando com as Palavras

Tags:
Sucoverdesuco rosasaudávelemagrecerbeterrabacouve,larnjagengibrechiamaçãlinhaçaamaranto.





Blog de Deusa/Saltitando com as palavras 







Postar um comentário